Polenta gourmet

Hoje o som vai ser meio diferente. 

Ahhh que saudade do meu avô, caraca.

Eu fui muito apegado com meu vô, Seu Maercio Fontana, ele faleceu em 1996 nos meus braços, foi tenso, na época eu tinha uns 14 anos, fiquei revoltado com o mundo. Fiquei tão loco que parei de estudar, e entrei na depre ( hoje eu entendo que tive depressão ), ele é o cara pra mim, foi no fusca dele que aprendi a dirigir com 12 anos, foi ele que me fez ser um apaixonado por motos e motores. Ele sempre trabalhou com café, mas era um gênio, eu me lembro de chegar na casa dele e ver o Fusca ( eu tenho esse fusca até hoje, a família me deu ) inteiro desmontando, é sério galera.

Antes dele morrer, ele fazia caminha, para bonecas, ele nunca vendia só dava para as garotinhas da ZONA NORTE hahahaha, tb fazia gaiolas ( não gosto de ver passarinho em gaiola), e fazia escada para pintor. Putz, escrevendo isso me passa um filme na cabeça, que época tensa mais cheia de aprendizados. 

Meu pai sempre foi caminhoneiro e minha mãe estava estudando estética, meu pai passava dias fora de casa e minha mãe só chegava de noite, então quem "ficava" de olho era a vó e o vô que moravam na mesma rua. Eu aprendi muito com ele, e uma das coisas que mais aprendi foi sobre ser humilde e nunca esquecer minha origem, aHHHHHHH tb que era feio encher o prato de comida, é mais bonito repetir do que fazer um prato GIGANTE, hahaahha.

Pq estou falando disso? Pq eu tenho um blog e posso hahahahha brincadeira mas é verdade.

Esses dias um amigo fotografo falou:

Rafa vc fica postando coisas que não é de casamento no seu blog né? Isso pode não ser bom para vc cara, o que as noivas vão pensar?

Bom, eu sou fotografo e registro histórias, não sou fotografo de final de semana, não pego a câmera só para ganhar grana, gosto de registrar e documentar histórias e pq não postar no meu blog? É, cada pensa de uma forma. Um beijo pra vc meu lindo.

Ano passado recebi um mensagem de uma garota do sul, querendo saber se eu poderia ir até ela para dar um WS VIP. Eu fui.

Chegando em Caxias do Sul ( não é bem em Caxias é perto. ), tive a supressa de conhecer uma família incrível.

Shai e seus pais e o vô Severino, um senhor de 88 anos cheio de vida, e com um sorriso lindão no rosto. AHHHHHHH pelo amor de GZUIS tem a Marcia, a melhor amiga da Jaque a mãe da Shai.

O Seu Severino foi responsável pela construção de uma estrada que liga uma cidade que não lembro o nome com Caxias, eles moram na beira dessa estrada, é uma serra, cheia de curvas. a casa deles é muito linda, na real é um sítio. O vô ama plantar e cuidar das galinhas. 

(Lembrei o nome da cidade/distrito: Vila Cristina.)

No WS VIP eu falei muito sobre o que eu faço, que é fotografar histórias, não só de foto de testa com testa que vive a fotografia de casal hahahahaha mas sim de toda a história por trás hahaha.

E me lembro deles falarem de uma tal polenta que o vô era ninja jedi em fazer. Nesse dia a Jaque me perguntou se eu gostava de polenta. PAUSA NA VIDA NESSE MOMENTO.

Meu vô amava polenta, sempre rolava isso na casa deles, italianos né hahahah, comida barata e alimenta um batalhão. 

No momento em que a Jaque perguntou eu quase tive um treco, sei lá, o vô Severino parece muito com o meu vô, e todo tempo eu estava tendo lembranças da minha adolescência.

Nesse momento da pergunta eu pensei: Rafa fotografa isso e mostra para Shai o que vc estava explicando pra ela.

BOOOOMMMMM, a Shai estava fazendo alguma coisa quando eu comecei a fotografar o vô e a Jaque, foi legal ver o cuidado dele com a polenta, um verdadeiro chef italiano.

Comemos a polenta  gourmet, depois disso eu acompanhei ele em um ritual diário que é assim:

Depois do almoço ele alimenta os cachorros e as galinhas.

Logo após ele fazer esse roteiro, ele foi mostrar as ferramentas dele pra mim, ele é muito inteligente, ele mesmo fez umas ferramentas, muito loco.

Eu documentei tudo isso e depois eu sentei com a Shai e mostrei.

Eu não tinha noção do que estava para acontecer, a Shai é muito apegada ao vô, muito mesmo. Nunca ninguém tinha fotografado o vô a não ser ela, eu não sabia disso.

A Shai começou a chorar muito, o escritório dela foi tomado por emoção, eu tb comecei a chorar pois senti muita falta dos meus avós, foi um momento muito intenso e repleto de amor e significado.

Bom ...... hahah até agora da um treco.

Pq desse post depois de um tempão ( 18/08/15 ) ???

Cada dia que passa eu vejo a importância de fotografia em nossas vidas, isso não é papo de vendedor não, pelo contrario, eu acho muito massa a galera utilizando os smartphones para registrar momentos, únicos com seus amigos e familiares. Eu mesmo não tenho uma foto com meu vô, minto, eu tenho foto de quando eu era muito pequeno. Se eu pudesse voltar no tempo teria feito fotos dele trabalhando no fusca ou fotos dele rindo. Infelizmente não temos como voltar no tempo para registrar, mas a marca dele está em mim, o amor o cuidado e a educação. 

Minha geração (pronto, o cara ligou o modo tiozão) não tinha acesso a fácil a fotografia como os dias de hoje tem.

Pq do meu post? 

Simples: fotografem tudo que vc puderem, mas não fique só olhando para a tela do seu celular quando vc estiver com sua família, amigos, amor etc...... VIVA O MUNDO REAL E DEIXE O INSTA E FB DE LADO POR ALGUNS MOMENTOS, POIS ESSES MOMENTOS NÃO TEM COMO APERTAR O BOTÃO DE VOLTAR. 

Falo isso para vc só que serve pra mim tb!!!

Estava finalizando esse post, mas descobri que amanhã é aniversario dele.

Parabéns vô.

 

 

 

 

Um tempo se passou e eu recebi um whats da Shai:

Rafa vc pode me enviar aquela foto em que eu chorei ?

Posso.

E ai está o retrato do vô no braço de sua neta.

 

rafael fontana

Rafael Fontana fotografia , 2335 Avenida Gil de Abreu e Souza, Royal Park Residence & Resort, PR, 86058